sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Bem Vindo Ano Novo!

Hoje vamos conversar um pouquinho sobre mudanças que acontecem na vida da gente e propósitos. 


Quando era criança amava carne e detestava vegetais .. chegava a chorar para ter direito de comer dois bifinhos no almoço e nenhuma folha de alface, ao longo dos anos consumi lasanhas congeladas e produtos prontos por falta de tempo ou até conhecimento até que em 2009 comecei a gostar muito de cozinhar,  fiz alguns cursos, fui estudando  e por fim fiz uma pós em alta gastronomia e muitas coisas mudaram dentro de mim.

Conheci amigos vegetarianos, veganos, produtores de orgânicos, enfim muitas pessoas que se preocupavam com o meio ambiente com o futuro do planeta, até julho de 2015 achava interessante os hábitos, mas só em outubro comecei a pensar a respeito e ter consciência sobre como está o mundo de hoje e a crueldade da produção exagerada para o consumo de carne.
Sou do tempo que se criava animais livres e sem crueldade eles viviam por muito tempo antes do abate e hoje além de toda crueldade eles não se movimentam direito e tem uma vida curta e restrita e pensei muito se o meu instinto de comer e amar tanto carne passaria por cima desses detalhes e essa questão começou a incomodar.  Resumindo não sou radical e nem quero convencer ninguém a nada, mas acho que se cada pessoa reduzir o consumo ou comprar de produção familiar com certeza estará ajudando muito o planeta.

Para se ter uma ideia, substituir 200 gramas de carne bovina por outros alimentos sem origem animal gera uma economia de 5 quilos de grãos e mais de 4 mil litros de água (equivalente a 23 dias de banho).
Veja outros dados referentes ao consumo de carne e repense seus hábitos para o ano que se inicia:
181 animais morrem pela pecuária brasileira em apenas um segundo.
Na Califórnia, cada pessoa usa 1.500 litros de água por dia. Quase metade desse consumo está associado a carne e produtos lácteos.
A agropecuária é responsável por 91% da destruição da Amazônia.
Mais de 6 milhões de animais são mortos por hora para a alimentação humana.
80% de todo trabalho escravo no Brasil está na pecuária.
70% de toda água doce no mundo é usada no agronegócio.
1 bilhão de pessoas passa fome no mundo hoje, enquanto 70 bilhões de animais são alimentados para abate.
70% das doenças modernas são de origem animal e grande parte delas estão ligadas à pecuária.
18% das emissões mundiais de gases do efeito estufa são causados pela pecuária.
Com informações da "Humane Society International", "COWSPIRACY: The Sustainability Secret", "Veggo!" e "Vista-se"

Então nesse contexto decidi que hoje iniciaria meus  #21 dias sem carne vermelha e frango, uma tentativa de amenizar impactos ao planeta e também de saber se consigo sobreviver sem a tal carne, espero  que sim, por amor ao nosso planeta e aos animais.

Nesses 21 dias postarei receitas alternativas e informações alimentares, claro que nada substitui um bom nutricionista, mas vamos lá  2016 novas atitudes, quer mudança …mude primeiro!

 
 #‎21diassemcarnevermelha‬  ‪#‎21diassemfrangoecarne‬